Notícias

Prefeitura realiza mais de 500 procedimentos cardiológicos

Setor de hemodinâmica foi implantado no Hospital Municipal devido à necessidade da oferta dos exames à comunidade; procedimentos foram realizados mesmo durante a pandemia
7 de julho de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Em funcionamento desde o fim de novembro do ano passado, o setor de hemodinâmica do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão já realizou 535 procedimentos de cateterismo e angioplastia. O setor de procedimentos cardiológicos foi implantado pela Prefeitura de Uberlândia devido à necessidade da oferta dos exames à comunidade.

Devido à importância dos exames, a Prefeitura de Uberlândia, adotando todas as recomendações sanitárias, realizou os procedimentos de cateterismo e angioplastia mesmo diante da pandemia em pacientes considerados graves. Ao todo, foram realizados 441 cateterismos e 94 angioplastias. Esses procedimentos são de alta complexidade e, constitucionalmente, seriam de responsabilidade do Estado e da União. No entanto, o Município tem realizado a fim de reforçar o compromisso de atender a população com agilidade e eficácia.

“Por serem procedimentos de média a alta complexidade, esses serviços devem ser custeados também pela União e o Governo Estadual. Porém, há algum tempo, verificamos uma carência do serviço pela comunidade. Por isso, pedimos ajuda ao Ministério da Saúde, que nos ajudou a viabilizar este setor. Não podíamos continuar dependendo de um único prestador de serviço na cidade para a realização destes exames que ajudam a salvar vidas”, explicou o prefeito Odelmo Leão.

Graças a esse empenho da gestão municipal junto ao Ministério da Saúde, foi possível adquirir o equipamento de hemodinâmica e instalar no Hospital Municipal o setor de procedimentos cardiológicos. Para a obra de adaptação da sala e a compra do aparelho, o Executivo municipal, com recursos da Secretaria Municipal de Saúde, investiu aproximadamente R$ 4 milhões.

Prefeitura realiza mais de 500 procedimentos cardiológicos 1
Foto: Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

A sala do sistema de hemodinâmica foi dividida em três áreas: sala de exames e procedimentos cirúrgicos (onde ficará o equipamento), setor de comando (onde permanecem os técnicos que auxiliam os médicos) e área técnica, para abrigar os painéis elétricos. Além disso, também foi necessário reformar outro espaço para abrigar a sala de recuperação pós-anestésica.

O equipamento, viabilizado pela Prefeitura com recursos da Secretaria Municipal de Saúde, foi implantado seguindo padrões de qualidade internacionais e reforçando o compromisso de atender a comunidade com agilidade e eficácia. Os principais procedimentos possibilitados são os cateterismos e angioplastias, principalmente em pacientes de alto risco de infarto e angina. O setor permite, também, o tratamento das doenças estruturais do coração, tais como: doenças das válvulas e congênitas, além de tratamentos de doenças neurológicas e vasculares cerebrais.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também