Notícias

Prefeitura inicia entrega de kits de absorventes a alunas da Rede Municipal de Ensino

Ação integra o Programa Municipal de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual; podem receber os kits estudantes cadastradas no CadÚnico
4 de maio de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em mais uma ação voltada para a garantia da saúde e cidadania, a Prefeitura de Uberlândia iniciou, nesta quarta-feira (4), a entrega gratuita de kits de absorventes a alunas da Rede Municipal de Ensino. São 2,3 mil estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, com idade a partir dos 11 anos, que serão beneficiadas. O início foi marcado por solenidade no Centro Administrativo Municipal, com a presença do prefeito Odelmo Leão, a secretária municipal de Educação, Tania Toledo, diretoras, representantes da rede municipal de saúde e vereadores.

A distribuição faz parte do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual, que regulamentou no município, em novembro do ano passado, a lei federal 14.214. O decreto municipal é o de número 19.452.

O kit é composto por dois pacotes de oito absorventes cada e passará a ser entregue pela escola, onde as alunas cadastradas no CadÚnico estão matriculadas, nos cinco primeiros dias úteis de cada mês. No entanto, a primeira entrega dos kits foi feita aos responsáveis pelas estudantes.

“O acesso à educação é um direito universal e cabe ao poder público oferecer condições para que todos tenham acesso a ela. Com a distribuição mensal de kits, reforçamos esse compromisso que temos com a nossa população”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Prefeitura inicia entrega de kits de absorventes a alunas da Rede Municipal de Ensino 1
Fotos: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Além dos kits de absorventes, o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual ainda prevê ações educacionais sobre saúde educacional.

“Cada escola terá um servidor de referência do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual. E, em parceria com o Programa Saúde Escolar, vamos promover orientações nas escolas sobre cuidados com o corpo. Além disso, começamos a distribuir para as estudantes uma cartilha sobre o assunto, com o ‘Calendário do Corpo’, que é uma tabela para que essa adolescente acompanhe as mudanças pelas quais passa durante o mês”, explica a secretária municipal de Educação, Tania Toledo.

Para a sala de aula, a realidade deve ser melhorada com o conhecimento repassado às alunas e, até mesmo, a redução da evasão escolar. É o que afirma a diretora da Escola Municipal Tenda do Moreno, Katia Cristina Sousa Ferreira.

“O impacto será muito positivo, pois percebemos no dia-a-dia da escola que muitas alunas necessitam do absorvente, inclusive que faltam às aulas quando estão neste período. Agora poderemos auxiliá-las e nessa primeira entrega faremos isso com a presença da mãe para assegurar que a família está ciente da entrega e que a menina menstrua. Faremos, também um trabalho de orientação sobre o uso correto e higiene corporal. É um ganho, uma iniciativa inovadora”, destacou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também