Notícias

Pontos que Unem distribui primeiros lençóis para unidades hospitalares de Uberlândia

Projeto da Prefeitura deve repassar três mil roupas de cama produzidas na penitenciária Professor João Pimenta da Veiga para a rede municipal de saúde
12 de maio de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta quinta-feira (12), o prefeito Odelmo Leão recebeu a primeira leva com 280 lençóis produzidos por detentos da Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga. Eles serão distribuídos nas unidades hospitalares do município. Os insumos foram confeccionados por meio do projeto Pontos que Unem, viabilizado pelas Secretarias Municipais de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil (SMPDDSDC) e Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth). A entrega foi feita pelo diretor geral da Penitenciária, Júlio César Lazarini ao prefeito e ao Secretário municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues. A secretária municipal da Sedesth, Iracema Marques, e o responsável pela  SMPDDSDC, Orion Alves, também estiveram presentes no evento.

“Em abril deste ano, nós renovamos e reformulamos o convênio com a Sejusp para repor as roupas de cama do nosso sistema de saúde. Com este projeto, vamos atender as pessoas que precisam. É um projeto que tem um grande alcance social. Serão três mil lençóis confeccionados pelos detentos que serão destinados para todas as unidades hospitalares do município e essa quantidade pode ser dobrada, caso seja necessário”, pontuou o prefeito Odelmo Leão.

O Pontos que Unem permitiu que dez detentos da ala masculina da Penitenciária confeccionassem lençóis de tecido que serão destinados às unidades municipais de saúde. A entrega da primeira remessa, bem como das demais, vai beneficiar a população ao mesmo tempo em que ressocializa e oportuniza aos detentos, que passaram por capacitação, novas oportunidades.

“Os detentos que produzem esse material têm o entendimento de que, além da profissionalização, eles estão fazendo um bem para a sociedade. Aqueles que têm uma conduta considerada exemplar são avaliados e, posteriormente, alocados nas atividades. Entendemos que, se o detento conta com uma qualificação profissional e de ensino, ele pode ser reinserido na sociedade com segurança”, analisou o diretor geral da Penitenciária.

Pontos que Unem distribui primeiros lençóis para unidades hospitalares de Uberlândia 1

Pontos que Unem

Criado em maio de 2020, ainda no início da pandemia da Covid-19, o projeto é uma parceria com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a Subsecretaria de Administração Prisional. A colaboração entre as instituições permitiu que os detentos da Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga participassem de uma oficina para aprender a costurar e produzir máscaras para a cidade.

Em 2020 e 2021, o projeto também beneficiou a população de Uberlândia com a fabricação de mais de 70 mil máscaras produzidas pelos reeducandos e que foram distribuídas gratuitamente na rede municipal de saúde (clique aqui).

“É uma parceria que deu certo e que agora ganhou essa nova vertente de produção de lençóis. Por meio das oficinas de costura, podemos proporcionar a esta população condições de terem renda quando retornarem à sociedade”, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, Iracema Marques.

Pontos que Unem distribui primeiros lençóis para unidades hospitalares de Uberlândia 2
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também