Notícias

Prefeitura assina ordem de serviço para primeira reforma geral do Hospital Municipal

Reforma contempla pintura, instalação de iluminação e reparos em tetos, forros e pisos; obra foi orçada em R$ 2,4 milhões
19 de maio de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia continua fazendo melhorias na Saúde em prol da população de Uberlândia. Nesta quinta-feira (19), o prefeito Odelmo Leão assinou a ordem de serviço para início da reforma do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro (HMMDOLC). A solenidade aconteceu no átrio da unidade hospitalar.

Inaugurado há 10 anos, o Hospital e Maternidade Municipal está localizado na região Sul de Uberlândia, em uma estrutura de 20 mil metros quadrados de construção e em um terreno de 55 mil metros quadrados. Com a assinatura da ordem de serviço, a unidade receberá pinturas interna e externa do prédio, da demarcação de estacionamento e de esquadrias, instalação de iluminação, luminárias e lâmpadas, revisão da parte hidráulica e reparos em tetos, forros, banheiros, pisos, entre outros. 
     
“O Hospital Municipal é reconhecido pelo trabalho de qualidade que oferece aos pacientes. Com a reforma, queremos retomar a estrutura da qual foi entregue há 11 anos à população. Tudo o que for preciso de infraestrutura da área da Saúde vamos fazer para garantir um melhor atendimento a todos que precisam da unidade”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Prefeitura assina ordem de serviço para primeira reforma geral do Hospital Municipal 1
Foto: Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Com investimento de R$ 2,4 milhões, a reforma será executada pela empresa Lok Service, vencedora da licitação. O recurso é originário do acordo da empresa Vale com o Estado de Minas Gerais. Os trabalhos serão fiscalizados pela Secretaria Municipal de Obras. 

“Já iniciamos os reparos no telhado, que tem uma extensão de 13 mil metros quadrados. Depois faremos a pintura adequada aos vários ambientes. São 50 mil metros quadros de pintura. Com todos os reparos que ainda serão feitos a estimativa é de finalizar tudo entre quatro a cinco meses”, pontuou o secretário interino de Obras, José Franklin Moreira. 

   Além da assinatura da ordem de serviço, também foi anunciada a compra de 160 poltronas novas para acompanhantes, que serão usadas no Hospital Municipal e Anexo. Deste total, 40 já foram entregues na primeira remessa.

 Dez anos de serviços à comunidade

Durante os 11 anos de funcionamento, o Hospital recebeu melhorias que permitiram dia após dia um serviço com uma qualidade cada vez melhor. São vários exemplos como: a construção de uma sala de hemodinâmica para tratamentos de doenças cardíacas, ampliação da quantidade de cirurgias e a criação da unidade no Centro da cidade destinada a receber pacientes diagnosticados com Covid-19 e com necessidade de cuidados mais intensivos.

Outras conquistas, como os credenciamentos junto ao Ministério da Saúde para ser unidade de assistência de alta complexidade em traumatologia e ortopedia e para realizar cirurgias de média a alta complexidade de oncologia, também contribuíram para tornar o Hospital uma referência em atendimento público hospitalar no Brasil.

Recentemente, o prefeito Odelmo Leão autorizou a publicação do edital de licitação para ampliação do Hospital. Com a iniciativa, a expectativa é expandir a capacidade de atendimento do hospital, além de centralizar no mesmo endereço a assistência ao pré-parto, cujo processo ocorre hoje na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) Martins.

Quem utiliza o Hospital tem à disposição várias especialidades médicas, como cardiologia, hematologia, infectologia, neurologia, nefrologia e nutrologia. Na parte cirúrgica são realizados os procedimentos gerais e também no aparelho digestivo, torácico, vascular, urologia, ginecologia/obstetrícia, ortopedia e traumatologia, pediatria/neonatologia, oftalmologia, cardiologia e oncologia.

Novo fluxo pediatria

Ainda durante o evento de assinatura da ordem de serviço, o prefeito Odelmo Leão falou sobre as dificuldades relacionadas ao atendimento de pediatria, devido à escassa oferta de profissionais da área em todo Brasil, e anunciou um novo fluxo de atendimento nas UAIs que têm a especialidade como referência. “Nessa semana, já começamos com esse novo atendimento. As crianças que chegam às UAIs e são classificadas com menor gravidade são levadas para as UBSs mais próximas. As que tem maior gravidade recebem o atendimento no Pronto Socorro. Essa foi a forma que as organizações sociais encontraram para, neste momento, evitar que os pais aguardem muito tempo por atendimento”, explicou o prefeito Odelmo Leão.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também