Notícias

Prefeitura amplia cobertura de atendimento a pessoas com deficiência

Modelo aplicado para crianças e adolescentes atenderá todos setores do município
13 de junho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Junho marca o início da expansão dos atendimentos no Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência (CMAPCD). Restaurado em 2021 pela Prefeitura de Uberlândia – ano em que passou a ser gerido pela Secretaria Municipal de Saúde, o espaço começou a atender todos os setores do município. Durante um ano, foram realizados testes com escolas municipais e unidades da rede de Atenção Primária do setor Sul para aprimoramentos no encaminhamento e atendimento.

O atendimento garante 150 vagas voltadas a crianças e adolescentes de 3 a 14 anos e 11 meses, devidamente matriculadas na rede municipal de ensino. A expansão dos atendimentos foi precedida de seminário, realizado em abril, com supervisoras e gerentes das unidades de saúde da atenção primária para conhecer o Campus e abordar a metodologia definida para integrar os encaminhamentos das unidades de saúde à rotina dos estudantes. Também está em andamento uma formação a todos os diretores e analistas pedagógicos das escolas municipais.

A referência técnica da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência, Junia Benedita, destaca que a expansão tem auxiliado na eficácia dos atendimentos e, no caso de preenchimento das vagas, a população pode ser encaminhada para outros equipamentos do município que oferecem o mesmo suporte.

“A Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com o Campus e a Secretaria Municipal de Educação, percebeu que essas crianças necessitam desse cuidado e, através dessa equipe multiprofissional eu temos oferecemos o melhor cuidado de forma precoce e isso traz melhoras no comportamento na interação com a sociedade e qualidade de vida. Visamos a melhora no sentido físico e em todos os aspectos da vida dessa criança”, pontuou.

A dona-de-casa Zélia de Araújo frequenta o CMAPCD há três meses para o atendimento ao filho Enzo, de 11 anos. A mãe reconhece os benefícios no tratamento ao filho com Transtorno do Espectro Autista. “Ele (filho) tem desenvolvido muito em todos os sentidos. Não só pra ele, mas o convívio aqui é muito importante para nós mães, que interagimos e trocamos experiências. A equipe é muito boa, a estrutura é maravilhosa e só tem a somar”, destacou.

Atendimento amplo

Prefeitura amplia cobertura de atendimento a pessoas com deficiência 1
Fotos: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Visando um atendimento de excelência, o Campus Municipal trabalha com uma gama de profissionais qualificados, tais como: Enfermagem, Educação Física, Educação Especializada, Psicopedagogia, Neuropediatria, Fonoaudiologia, Psicologia, Musicoterapia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Equoterapia, além do apoio do Serviço Social.

As atividades são destinadas às crianças e adolescentes diagnosticados com deficiência intelectual grave ou muito grave, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor grave ou muito grave, Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) nível 2 (moderado), deficiência auditiva severa ou profunda (sempre associada a outra deficiência supracitada), múltiplas deficiências física e/ou mental e/ou auditiva/visual.

O Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência funciona na Rua Maria Salvina de Carvalho, 300 – Morada da Colina. O telefone é: 3219-3021.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também