Notícias

Prefeitura apresenta Plano de Emergência Pluviométrico (PEP) para as chuvas de 2022/2023

As ações em conjunto visam mitigar as adversidades durante o período chuvoso; Defesa Civil está à frente das tratativas
20 de outubro de 2022
Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação- PMU

 Com a chegada do período chuvoso intenso, durante reunião da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil do Município de Uberlândia (Compdec) desta quinta-feira (20), foi apresentada a nova cartilha do Plano de Emergência Pluviométrico (PEP) para o biênio de 2022-2023. No documento, estão estabelecidas as ações preventivas, durante e pós-chuvas, bem como a responsabilidade de cada órgão que compõe o Compdec.

 A cartilha é resultado de diversas reuniões realizadas durante todo o ano e está disponível para consulta no portal da Prefeitura (veja aqui). “O trabalho de prevenção e planejamento para as chuvas não é de agora. Há semanas nossas secretarias estão atuando preventivamente com a limpeza urbana e de escoamento de chuva e os servidores municipais envolvidos no PEP já estão instruídos e organizados para atuarem em eventos climáticos 24h por dia”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Conforme relatou o coordenador do Compdec, capitão João Batista Afonso, é importante que a população acesse a cartilha para se prevenir em caso de chuvas. “Todos podem agora conhecer a nova cartilha do PEP para os anos de 2022 e 2023, com as ações a serem adotadas pelo munícipe antes e durante as chuvas, bem como dicas de segurança, um mapa e lista dos pontos afetados e críticos que devem ser evitados durante chuvas intensas, abrigos, bem como telefones de emergência a serem acionados em casos de ocorrência”.

Compdec

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil do Município de Uberlândia (Compdec) é formada pelas secretarias municipais de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil; Meio Ambiente e Serviços Urbanos; Saúde; Educação; Trânsito e Transportes (Settran); Desenvolvimento Social Trabalho e Habitação; Governo e Comunicação; Obras; Agronegócio; Economia e Inovação e Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Além disso, também fazem parte órgãos como Polícias Rodoviárias Estadual e Federal, 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, 9ª Região da Polícia Militar (9ª RPM), Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Prefeitura apresenta Plano de Emergência Pluviométrico (PEP) para as chuvas de 2022/2023 1
 Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação- PMU

PEP e suas fases

O PEP visa a segurança da população durante as adversidades climáticas do período chuvoso, bem como o alinhamento de ações nos momentos de prevenção, intervenção e assistência.

É um plano de contingência da Compdec,previamente elaborado, que registra o planejamento para orientar as ações de preparação e resposta a um determinado cenário de risco.                                  

Neste plano, são nivelados os procedimentos operacionais com foco no período chuvoso, identificando as ações necessárias para que o evento impacte o mínimo possível à população, atribuindo as responsabilidades de cada pessoa, grupo ou organização, bem como as prioridades e as medidas iniciais a serem tomadas e a forma como os recursos logísticos e humanos serão empregados.

Verde – Fase preparativa – Normalidade

Compreende ações administrativas que o Município de Uberlândia vem adotando ou adotou para evitar os desastres decorrentes das precipitações pluviométricas previstas para esta estação.

Amarela – Fase preparativa – Risco moderado

Compreende as ações e articulação em rede, envolvendo os órgãos municipais, estaduais e federais, e demais órgãos e entidades que possam intervir em possíveis desastres, no estabelecimento de planos estratégicos para atuação integrada

Laranja – Fase preparativa – Risco alto

Compreende ações de estado de alerta dos órgãos para que estejam aptos a se deslocar para os locais de risco para promover a interdição, bloqueio das vias de acesso às áreas de risco.

Vermelha – Fase de resposta/socorro – Risco muito alto

É a fase de intervenção dos órgãos integrados de defesa social ante o evento ou ameaça de desastre de chuvas, tempestades, temporais ou inundações/alagamentos.

Branca – Fase recuperativa – reestabelecimento da normalidade

Compreende as ações e providências subsequentes ao desastre que serão adotadas pelo município, visando dar respostas de amparo e acolhimento à comunidade, bem como promover a reconstrução de áreas afetadas.

Cuidados recomendados pela Defesa Civil para o período chuvoso

A Defesa Civil orienta a população a tomar alguns cuidados em dias de chuva para evitar transtornos. Os motoristas devem evitar trafegar pelas regiões mais baixas da cidade, principalmente nas avenidas Rondon Pacheco e Professora Minervina Cândida de Oliveira. Em dias nublados, não é indicado deixar os veículos estacionados próximos a árvores, principalmente as mais antigas. Evitar ficar próximo a redes elétricas quando houver tempestades com raios e trovões também é outra dica da Defesa Civil.

Em caso de perigo acione:

Defesa Civil: 199

Corpo de Bombeiros: 193

Polícia Militar: 190

Antes das chuvas

– Fazer manutenção nos telhados, desobstruir os canos das lajes, limpar as calhas, conferir se as telhas estão pregadas;

– Não jogar lixo ou entulho em bueiros, quintais e ruas. Sempre colocar os sacos de lixo nas lixeiras, evitar deixá-los diretos na calçada;

– Reforçar muros e paredes que tenham perigo de cair;

– Fazer revisões nas instalações elétricas;

– Desligar os aparelhos elétricos, quando perceber chuvas fortes acompanhadas de raios;

– Colocar móveis e outros pertences em lugares altos, caso sua moradia esteja localizada em locais sujeitos a alagamento;

– Acompanhar os boletins de avisos e alertas dos Institutos de Meteorologia pela internet ou pelos órgãos da imprensa.

Durante as chuvas

– Manter-se atento aos níveis das águas;

– Manter portas e janelas da casa fechadas para evitar entrada de ventos fortes e animais;

– Não se proteger embaixo de árvores, pois elas atraem raios e, se houver granizo, é aconselhável que se abrigar em lugares seguros, com boas coberturas;

– Não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos;

– Não se arriscar em atravessar a pé ou com veículos em ruas e pontes alagadas ou com enxurradas;

– Se a casa estiver em risco de alagamento ou desabamento, chamar imediatamente a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros;

– Em caso de alagamento é recomendado evitar contato com as águas, porque além da contaminação que pode causar graves doenças, há, também, o risco de choque elétrico.

Depois das chuvas

– Verificar as instalações elétricas antes de ligá-las;

– Fazer revisões de possíveis danos em moradias (paredes, telhados, etc.);

– Ter cuidado com animais (aranhas, cobras e ratos em casa);

– Verificar se houve obstrução de ralos, bueiros e calhas.

Orientações aos motoristas

– Evitar trafegar em vias alagadas, procure sempre rotas alternativas ou aguarde a chuva passar em lugar seguro;

– Em dias nublados, evitar deixar os veículos estacionados próximos a árvores, principalmente as mais antigas;

– Não estacionar veículos em regiões íngremes e próximas a postes durante as chuvas;

– Durante a incidência de raios, a melhor proteção é permanecer no interior do veículo;

– Checar o bom estado dos limpadores, das borrachas das paletas e do motor dos limpadores;

– Certificar-se que o desembaçador está funcionando corretamente;

– Ligar as luzes durante uma chuva intensa (mesmo que seja dia claro) para que outros motoristas vejam o veículo.

Para mais informações sobre o PEP Clique Aqui!

Veja Também