Notícias

Uberlândia tem três finalistas em maior prêmio dos ecossistemas de inovação do Brasil

31 de outubro de 2022

Uberlândia está na final do maior prêmio de tecnologia e inovação do país, o Startup Awards. Com três indicações integrantes do Uberhub, nome do ecossistema local de inovação, a cidade se consolida cada vez mais como referência no segmento. Em junho deste ano, o município se tornou o 11º do Brasil entre os mais indicados para instalação e funcionamento de startups, conforme o ranking internacional StartupBlink.

Organizado pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups) junto à empresa de tecnologia Blanko, o Startup Awards está em sua 10ª edição e o resultado do prêmio será divulgado no dia 18 de novembro. Neste ano, Uberlândia é destaque em três categorias.

Na categoria “Educação”, a cidade concorre com o Uber Hub Code Club – programa de incentivo à formação de desenvolvedores de software através do ensino da lógica de programação. Em “Startup Revelação”, a startup de tecnologia para o agronegócio (AGTech) Sapiens Agro está entre as finalistas. Já na categoria “Herói/Heroína do Ano”, Ferdinando Kun concorre ao reconhecimento do trabalho voluntário às comunidades de startups e inovação.

Apoio à Inovação

Em Uberlândia, o apoio ao setor de tecnologia e inovação é uma prioridade da gestão municipal. Desde 2017, empresas de base tecnológica atuantes no município contam com a alíquota do Imposto Sobre Serviços (ISS) reduzida de 3% para 2% e duas estruturas públicas importantes: o UdiLab e o Polo Tecnológico Sul. No cumprimento de um dos seus principais objetivos, o de fomentar o ecossistema de inovação da nossa cidade, vale destacar ainda a apresentação de startups na FEMEC (Feira do Agronegócio Mineiro), laboratório Agrolab e iniciativas do Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, entre outras ações.

O Udilab é o primeiro espaço público de coworking da cidade. Localizado no Parque do Sabiá, o ambiente de trabalho é formado por 12 estações com ar-condicionado, mobiliário completo e ponto de internet. O acesso é gratuito e realizado mediante reserva.

Já no Polo Tecnológico Sul, os empreendedores que atuam nas áreas de tecnologia e inovação encontram uma oportunidade de adquirir lotes em um endereço estratégico, a valores subsidiados mediante contrapartida e com toda a infraestrutura básica necessária. Até o momento, já foram feitas duas licitações para venda de lotes, perfazendo 46% da metragem da área loteável do empreendimento com a ocupação de empresas de base tecnológica nos próximos 3 anos.

Na Arena Inovação da FEMEC foram evidenciadas 17 startups de Uberlândia que desenvolvem soluções para o Agronegócio e palestras com 6 grandes empresas que apresentaram os seus maiores desafios. Outro ponto forte foi o Reconecta, onde participaram de forma direta, 15 representantes de instituições e órgãos que atuam no âmbito da promoção da inovação em Uberlândia.

Para auxiliar a construção de um ecossistema vibrante, com mão de obra qualificada, o governo municipal entende que a motivação por esta área inicia cedo. Por este motivo foi comemorado o Dia Internacional de Mulheres e Meninas em Ciência e Tecnologia, homenageando meninas das escolas municipais que foram medalhistas na OBMEP e OBI.

Outra ação para este público foi o AgroLab, um espaço maker que tem a finalidade de mobilizar crianças e jovens nas importantes pautas tecnológicas com a reprodução de uma mini fazenda, com torres para produção de energia eólica, reserva ambiental, placas de energia solar e gerador de energia à base de água, entre outros. Os alunos puderam, inclusive, criar figuras em 3D para habitarem a “Fazendinha 5.0”.

Confira aqui a lista completa dos finalistas do Startup Awards.

Veja Também