Notícias

Prefeitura inicia recuperação de cursos hídricos do município em parceria com multinacional

Projeto prevê o plantio de espécies nativas em áreas de preservação permanente degradadas; córrego Lagoinha é o primeiro contemplado pela parceria da administração municipal com a Cargill
26 de fevereiro de 2024

Com o objetivo de preservar ainda mais o meio ambiente e ecossistema com ações concretas, a Prefeitura de Uberlândia, em parceria com a Cargill, iniciou o plantio de espécies nativas no entorno do Córrego Lagoinha. A ação será possível a partir da cooperação técnica firmada entre a administração municipal e a multinacional, que visa a preservação e recuperação dos cursos d’água do município. Na tarde desta segunda-feira (26), acompanhado de diversas autoridades e representantes da multinacional, o prefeito Odelmo Leão realizou o plantio de uma muda como marco da ação, que contará com vários tipos de espécies do Cerrado definidas para a regeneração do local.

“Essa iniciativa foi possível graças à assinatura do protocolo de intenções junto à Cargill, feita durante a Feira do Agronegócio Mineiro (Femec) do ano passado. O projeto tem duração prevista de 36 meses e nossa ideia é recuperar todos os córregos que cortam a cidade de Uberlândia. Esperamos, assim, contribuir com a preservação ambiental e favorecer a recomposição da vegetação nativa em nossos cursos d’água, o que também gera impacto na redução do risco de alagamentos e enchentes”, destacou o prefeito.

Valter de Paula – Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

A área total a ser recuperada no Córrego Lagoinha compreende 15,8 mil metros quadrados (m²), ou 1,58 hectares (ha). Para todo o projeto, a quantidade inicial de mudas a ser plantada é 833 por hectare, embora, considerando possíveis reposições e replantios daquelas que não prosperarem, chegue a uma média de 1.000 mudas/ha.

O projeto é conduzido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade em parceria com o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), por meio do Programa Buriti Cidade. A implementadora responsável pelo trabalho de plantio na parceria é o Instituto Luva, contratado pela Cargill.

Lançado pelo Município por meio de lei de autoria do Executivo que entrou em vigor em dezembro de 2020, o programa “Buriti Cidade” visa recuperar, preservar, preservar e monitorar os córregos do perímetro urbano de Uberlândia. De acordo com o mapa a seguir, o município possui 30 córregos urbanos, totalizando um perímetro de cerca de 150 quilômetros:

Divulgação/Dmae

Para o plantio dentro da parceria com a multinacional, o método utilizado seráo simultâneo de dois grupos de espécies: 50% do Grupo de Recobrimento (ou Grupo das Pioneiras, que crescem e se desenvolvem mais rapidamente) e 50% Grupo de Diversidade (ou Grupo das Não-pioneiras, que demandam mais tempo para desenvolvimento). O projeto inclui cercamento das áreas contempladas para evitar invasões e pisoteio por animais, retirada e controle das espécies não-nativas do bioma, roçagem, preparo do solo, controle de formigas cortadeiras e cupinzeiros, hidratação e irrigação, utilização de mudas em bom estado nutricional e sanitário (com tamanho acima de 50 cm de altura) e cultivo em meses com mais chuvas.

Compete à empresa o acompanhamento técnico e operacional para garantir que as ações propostas sejam implementadas de acordo com o que foi planejado, o monitoramento social para registrar os impactos sociais diretos e indiretos causados pelo projeto, além do monitoramento ecológico para verificar os valores dos indicadores ecológicos definidos no “tempo zero” (data inicial da implantação do projeto) das áreas restauradas.

O projeto de restauração das áreas degradadas prevê o plantio de mudas de espécies nativas do Cerrado, obedecendo o levantamento florístico de cada área a ser recuperada. Para tanto, serão utilizadas mudas de espécies como, por exemplo:

•           Paineira;

•           Aroeira-preta;

•           Pata-de-vaca;

•           Ipê-roxo;

•           Gonçalo-alves;

•           Caviúna;

•           Sibipiruna;

•           Jenipapo;

•           Ingá-branco;

•           Angico-vermelho;

•           Araçá-roxo;

•           Jacarandá-mimoso;

•           Imbiriçu;

•           Pau-sangue;

•           Moringa;

•           Tamboril;

•           Dedaleiro;

•           Jaracatiá;

•           Ipê-rosa;

•           Capitão-do-mato;

•           Ipê-amarelo.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em