Notícias

Grupo vencedor da maratona “Hackathon Smart UDI” recebe premiação

Equipe desenvolveu um novo pluviomêtro e conquistou prêmio de R$ 8 mil
4 de dezembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Fazer de Uberlândia uma cidade cada vez mais tecnológica e inovadora. É com esse princípio que a administração municipal promoveu uma grande maratona de programação: o “Hackathon Smart UDI”. Após um longo caminho de reuniões, estudos e dedicação, os vencedores da maratona foram premiados na noite desta quarta-feira (4). O prefeito Odelmo Leão marcou presença na solenidade, que aconteceu na sede da Associação Mineira de Produção de Algodão (AMIPA), no bairro Alto Umuarama.

“Vocês todos são campeões! É um orgulho ver que Uberlândia está se tornando uma referência quando o assunto é inovação. Mas o mais importante é conseguir melhorar a vida do nosso povo através da tecnologia e é exatamente isso que vocês estão fazendo”, reforçou o prefeito.

O grupo “O Celta Preto” foi o grande vencedor e para faturar o prêmio de R$ 8 mil, os quatro integrantes criaram um novo pluviomêtro. “O nosso projeto tem o objetivo de detectar de uma forma mais segura e com um custo menor a possibilidade de tempestade. Foi um desafio novo e agora vamos trabalhar para levar o projeto adiante”, Bruno Oliveira Sinhoroto, um dos participantes da equipe.

Durante a maratona, foi proposto aos participantes o desenvolvimento de softwares que utilizem tecnologias baseadas em inteligência artificial (IA), cuja finalidade seja criar uma solução de leitura de imagens de câmeras de monitoramento. O protótipo deve ser capaz de detectar padrões de atividades e emitir alertas aos órgãos públicos. Uma banca julgadora foi a responsável por avaliar os protótipos, considerando critérios como: criatividade, aplicabilidade do sistema, viabilidade de execução e qualidade do desenvolvimento do protótipo.

O evento foi elaborado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo (Sedeit) e contou com o apoio da Empresa de Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub) e da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil. De acordo com Raphael Leles, secretário à frente da Sedeit, Uberlândia está passando por um processo constante de inovação.

“Agradeço especialmente ao prefeito Odelmo Leão não só pelo processo de reconstrução da nossa cidade, mas também por fortalecer as empresas que aqui estão e atrair novos investimentos. Iniciativas como essa fortalecem cada vez mais o ambiente de negócios, geram emprego e renda, por meio de um ecossistema colaborativo”, destacou Raphael.

Entenda o processo

 O“Hackathon Smart UDI” teve como objetivo principal engajar a comunidade de desenvolvedores, fomentar o empreendedorismo inovador, promover um ambiente para troca de conhecimentos e congregar experiências. Todo o processo começou no mês passando quando a administração municipal abriu as inscrições para os interessados.  

No dia 18 de novembro, os inscritos participaram do “Esquenta Hackathon, que foi uma reunião de senbilização onde foram apresentados os desafios e definidas as equipes. A abertura do evento aconteceu no último sábado (29) e teve dois dias destinados a mentorias e ao desenvolvimento das atividades. A realização do Hackaton contou ainda com o apoio de 33 empresas e instituições que forneceram serviços, produtos e materiais diversos.

 “Não podemos deixar de agradecer ao setor privado que atendeu ao nosso chamamento público e foram fundamentais para que concretizassemos esse evento. Uberlândia tem um ecossistema muito forte nessa junção de academia, poder público e iniciativa privada”, finalizou Raphael Leles.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load